Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

11.Jun.18

Fui à feira do Livro

É verdade. Penso que 10 anos depois voltei à feira do livro.

E gostei, matei saudades!

Pensava que seria dificil convencer a minha cara metade para me acompanhar pois a leitura não lhe ocupa muito tempo. Mas estava enganada, e até me ajudou a escolher uns livros e ainda me ofereceu um.

Entrei decidida a comprar o Tatuador de Auschwitz mas fiquei um pouco desiludida com o preço...

Porque não sou uma leitora devoradora não tenho, por isso, fortes ligações a autores. Escolho mais pelos temas: histórias verídicas, histórias sobre países que não conheço e , sobretudo, segunda guerra mundial são os que mais prefiro.

Decidi também, porque o orçamento definido para este gasto não era assim tão elevado, comprar quantidade mantendo a qualidade (ou seja, aproveitar algumas promoções). E acabei por sair com os seguintes livros:

- Naziran, uma mulher sem rosto (escrito pela própria). O testemunho de uma rapariga rejeitada pela sociedade paquistanesa e queimada com ácido enquanto dormia.

- Madrugada sombria de David Satter. A história da Rússia, contada por cidadãos russos após a sua desintegração.

- Hitler de Giulio Ricchezza - A história de quem enfeitiçou a Alemanha, destruiu a Europa e marcou a história universal para sempre.

Saí sem o "Tatuador de Auschwitz" mas ficou prometido como presente de aniversário.

Por agora já tenho leitura com que me entreter à noite (na cama antes de dormir, acompanhada de um chá bem quentinho) e durante as férias que se aproximam.

A feira do livro é um evento para todas as idades, para os mais e menos letrados e até aqueles que são avessos à leitura, podem sempre abancar numa dessas roulotes de comida de rua (que estão na moda) e disfrutar dum menu tipico de fast food ou uma opção mais gourmet.

Gostei e matei saudades.

Para o ano voltarei.

 

 

 

 

1 comentário

Comentar post