Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

26.Jan.18

Pelo Sporting...

Pelo Sporting

Eu sou um eterno apaixonado

é contigo que eu quero estar casado

O amor da minha vida!

 

Não sei se alguma vez comentei por aqui que sou adepta fervorosa (não fanática) do Sporting, contrariando a tendencia do resto da família, mas herdando do meu pai este amor.

O meu pai, nasceu numa família de benfiquistas e lembro-me de contar que chegou a receber dinheiro de jogadores do Benfica (que um dia foram a um restaurante da terra) para mudar de clube. Pressão que não surtiu efeito e, o meu pai, do contra, lá foi remando contra a maioria.

Mais tarde, já em adulto, e quando teve oportunidade, fez-se sócio e mais tarde inscreveu-me também.

Durante alguns anos da minha adolescencia acompanhei sempre o meu pai, naqueles jogos em casa aos domingos à tarde, de cachecol ao pescoço e num lugar cativo da 3ª fila, no antigo estádio de Alvalade.

Depois veio o namoro e deixei de o acompanhar (que arrependida estou) e ele, deixou também de ser espectador assíduo em Alvalade.

Perdi o meu pai em 1999. Faleceu na época em que finalmente o Sporting foi campeão com Augusto Inácio (1999/2000). E o meu filho nasceu exactamente em 2000.

Por pressão do meu marido, nos seus primeiros 2, 3 anos dizia ser do "Poto" mas fui-lhe incutindo o amor pelo nosso clube e, quando já entendia, disse-lhe que era uma forma de homenagear o avô que só conhece de fotografia.

Mais tarde ingressou na equipa de futebol de competição do SCP, com 8 anos. E se o coração já era verde passou a ser de leão.

Hoje somos os 2 a sofrer e a torcer pelo Sporting. E amanhã iremos também torcer para conquistarmos o primeiro troféu da época - a taça da liga.

E se formos campeões, lá estaremos no Marquês (ou onde for) a festejar.

Nós os 2 ... e o meu pai.

 

 

3 comentários

Comentar post