Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

08.Set.17

Onde é que eu errei?

Há dias, num dos serões após o jantar, fui surpreendida pela satisfação do meu filho que, agarrado ao telemóvel, parecia ter descoberto a pólvora. Suspeitei de algum post do facebook mais original ou depravado mas não - o meu filho tinha acabado de descobrir o Ludo e jogava online (com a namorada mesmo ali ao lado)!

Para alguns dos meus visitantes e seguidores mais novos, o Ludo pode ser algo desconhecido mas, para mim, que já levo umas décadas, era e é um jogo de tabuleiro que jogava com vizinhos e amigos no meus tempos livres, quando só havia 2 canais de tv (computadores nem pensar) e tínhamos, por isso, de ser criativos e divertirmo-nos com outras coisas.

Este e outros jogos, como o sobe e desce, o monopolio, damas e gamão (gostava de dizer também xadrez mas foi jogo que, com muita pena minha, nunca aprendi) marcaram a minha adolescencia, os serões em familia, os aniversários, a consoada ou até a última noite do ano enquanto esperávamos pela meia noite.

Como se pode jogar ludo online? Onde fica a satisfação de vermos o outro ser ultrapassado ou banido, a ansiedade de não conseguirmos 6 pintas no dado para colocarmos o nosso ultimo peão em jogo, o desânimo do adversário em não conseguir numero certo para chegar à casa final? E o sabor da vitória, de ver a cara dos adversários prestes a saltarem-nos em cima?

Evito sempre que o mundo virtual, em situações como estas, não se sobreponha à realidade mas nado contra a corrente. É mais forte que eu. Embora receptiva à mudança, sou daquelas que acredita que a tradição ainda é o que era (mesmo quando pessoal mais jovem me vê um pouco como um peixe fora de água, ultrapassada).

Esta geração está a criar robots, desprovidos de emoções, do dom da comunicação e do afecto, em que os seus melhores amigos, concorrentes, desafiadores (tudo num só) são um computador ou um smart phone, que os acompanha para todo o lado.

Acho que bem procurado ainda encontro um Ludo tradicional lá por casa e estou tentada a marcar um campeonato familiar.

A sério, Ludo online?

Onde é que eu errei?

 Resultado de imagem para ludo

 

3 comentários

Comentar post