Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

Black & gray

Porque a vida não é só "preto e branco". O cinzento também existe. E é a possibilidade de podermos optar pelo cinzento, em tantas situações, que torna a nossa vivencia tão rica.

07.Set.17

Carta a uma princesa

Estávamos em 1981 e lá estava eu, adolescente, vidrada em frente à televisão a assistir áquilo que para mim era um final feliz das histórias de encantar como a da Cinderela. As carruagens, o cortejo até à igreja, os pagens e damas de honor, e o teu lindo vestido, memorável (digno realmente de uma princesa, sem beleza comparável) com uma cauda sem fim.

Fui crescendo a acompanhar os teus vestidos de gala, as joias, as viagens e até os teus cortes de cabelo (sou fã de penteados curtos desde sempre). Mas, com o aproximar da idade adulta percebi que havia mais para além desse glamour, desse conto de fadas. Tornei-me rapidamente fã da tua bondade, da tua personalidade altruista, da tua dedicação e disponibilidade para com os mais desfavorecidos e desprotegidos.

Recordo, como se fosse hoje, o dia da tua partida. Comemorava o meu primeiro aniversário de casamento e, nem queria acreditar quando na rádio noticiavam a tua morte. Não era possível! Que tragédia! Que injustiça! Que partida tão prematura!

Fez ontem vinte anos que assisti ao teu último adeus. O cortejo funebre, a tristreza dos teus filhos (e de todos aqueles que te quiseram acompanhar até à tua última morada) e aquela música de fundo, triste, de Elton John, recriada para o efeito - Candle in the wind - levaram-me às lágrimas. Parecia que perdia alguém familiar, próximo de mim...

Foste o exemplo de como uma figura mediática pode explorar essa visibilidade e oferecer tanto aos outros. Deixaste um legado ímpar, que mais ninguém conseguirá ocupar.

Fazes tanta falta neste mundo de injustiças, contrastes, desprovido de valores e vincado pelo desrepeito pelo próximo. Faz falta o teu sorriso, o teu olhar doce, a tua mão calorosa e a tua palavra amiga, sempre presente.

Obrigada por teres partilhado connosco essa tua simplicidade e amor ao próximo.

Descansa em paz, princesa Diana.